O fluxo de caixa é um instrumento de controle da gestão financeira. Este mecanismo é importante para determinar se a empresa está, ou não, conseguindo honrar com os seus compromissos. Uma empresa só consegue se manter operante se tiver recursos financeiros disponíveis. A equipe de consultoria financeira comenta neste artigo algumas informações importantes.

O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é uma ferramenta de controle financeiro. Ele serve para registrar detalhadamente, durante determinado tempo, todas as entradas e saídas de recursos.

É importante realizar dia a dia o controle para que o gestor possa acompanhar a disponibilidade de capital de giro. Quando o gestor sabe a quantidade de recursos que dispõe, fica mais fácil prever pagamento de contas ou de fornecedores.

Pequenas empresas ainda utilizam planilhas eletrônicas, mas o ideal é que mantenham um sistema eletrônico de gestão financeira.

Este tipo de sistema é mais prático e possui funcionalidades específicas que facilitam o cotidiano dos gestores, por exemplo: navegação entre resultados anteriores, geração de relatórios, verificação de lançamentos de receitas e despesas.

Qual é a importância do fluxo de caixa para a empresa?

O fluxo de caixa acontece de maneira cíclica: primeiro a empresa compra estoques e investe nos serviços, depois ela vende, e por último recebe dinheiro e novamente gasta para pagar contas e comprar mais estoques.

Esse é um fluxo financeiro normal de uma empresa, mas que nem sempre ocorre da maneira esperada.

Pode acontecer da empresa não ter tido um bom período de vendas. Quando ocorre este ou qualquer outro problema durante o ciclo financeiro, isso acaba abala o funcionamento do fluxo de caixa.

Entretanto, se a empresa mantém um controle e possui planejamento, essa situação pode ser facilmente superada.

O controle do fluxo de caixa permite o planejamento em relação aos seus recursos, prevendo investimentos e expansão dos negócios.

Essa é uma ótima ferramenta de apoio à tomada de decisão, já que para quase toda atividade que se queira realizar na empresa são necessários recursos financeiros para o custeio.

Além disso, o controle de créditos e débitos poderá demonstrar se a empresa anda esbanjando em determinadas coisas.

Algumas vezes, por falta de controle e planejamento, podem ocorrer despesas duplas assim como pagamento de taxas desnecessárias, entre outras.

É preciso identificar onde está ocorrendo o desperdício e implementar estratégias para reduzir os gastos e otimizar os recursos. Com o acompanhamento do fluxo de caixa tudo ficará mais claro.

Por onde começar a implantação?

Se nunca antes a empresa teve um controle financeiro tão detalhado, não tem problema, o controle poderá começar assim que o gestor desejar.

Poderá iniciar hoje mesmo, para isso basta buscar as informações atualizadas do dia, mapear todos os recursos financeiros do momento atual e registrar a partir dali todas as entradas e saídas.

O controle do fluxo de caixa poderá começar a qualquer tempo, mas o mais importante é a continuidade. Lembrando que o controle deve ser preciso, registrando todas as entradas e saídas dia a dia.

Portanto, o fluxo de caixa é importante para o controle financeiro da empresa. Não se pode mais deixar que a empresa se regule sozinha, é preciso controlar de perto e continuamente os recursos para que os negócios se tornem cada vez melhores.

O sucesso não é questão de sorte, mas sim de planejamento, controle, organização e trabalho duro.