Veja mais como essa área evoluiu e a importância da implantação na sua empresa.

Processos logísticos requerem atenção e aplicação do gestor. Entenda.

Parte importante da gestão interna empresarial, o setor de logística é imprescindível para quem busca se destacar. Envolvendo diversos processos que vão desde o controle de estoque, passando pelo relacionamento com os fornecedores e chegando até a entrega do produto ao cliente final, organizar esse setor é sinônimo de crescimento da empresa.

Com esse conhecimento, muitos empresários buscam fazer suas operações logísticas da melhor forma possível e, assim, ter um diferencial competitivo em relação à concorrência. Trazemos neste post justamente isso: o que fazer para organizar um setor de logística de forma eficiente, com foco no resultado e atenção a todas etapas.

1. Onde está o produto?

O primeiro passo para organizar o setor de logística é entender de onde virão os produtos a serem repassados para o cliente final. Portanto, conheça a capacidade do seu estoque e tenha o controle de quantos produtos há nele, buscando a rotatividade sempre que possível.

Ter o controle de estoque é importante para que as operações logísticas possam ser realizadas. Sem ele, alguns produtos podem ocupar espaço durante muito tempo e outros estarão escassos, gerando contratempos na entrega para o cliente.

2. Demografia e perfil do público

Para organizar o setor de logística após o controle de estoque, sua empresa precisará de dois elementos fundamentais: a demografia e o perfil do cliente. No primeiro é preciso entender até onde vai o alcance da sua entrega e qual é a região dos seus clientes.

Na sequência, saiba como é o perfil do público que possui relações comerciais com seu empreendimento, estabelecendo rotas e prazos de entrega de acordo com o que o histórico de compras diz a respeito dele.

3. Do estoque ao cliente: como proceder?

Outro ponto fundamental da organização do setor logístico é entender como será entregue o produto que sai do estoque e chega até o cliente. É primordial que, caso não possua uma frota de entrega própria, procure parceiros logísticos que façam as operações de acordo com o que foi estabelecido nos itens anteriores.

Aqui entra a gestão de transporte: todos os dados como a defasagem do veículo, consumo/custo do combustível, acompanhamento do veículo através de monitoramento de cargas, entre outros, devem estar integrados ao seu setor de logística.

4. Tecnologia contribui para o processo

Os três passos acima são os pilares da logística: estoque, cliente final e transporte. Para mensurar todos os dados e ter controle efetivo do setor, evitando dificuldades e automatizando processos, a tecnologia poderá ser uma poderosa aliada. Como em outros departamentos da sua empresa, softwares de gestão integrada podem organizar tudo de maneira automatizada.

5. Atenção a todas as etapas

O setor de logística organizado ainda conta com características próprias e que deverão ter um cuidado do gestor ou profissional da área: os prazos devem ser cumpridos sem atrasos, o relacionamento com fornecedores precisa de uma linha benéfica para ambos e a entrega do produto em perfeito estado é sinônimo de uma melhor relação entre cliente/marca.

Conclusão

O setor logístico deixou de ser apenas uma etapa da venda e ganhou nuances de um departamento independente que necessita de atenção e expertise do gestor. Dessa forma, é possível organizar estoque, transporte e entrega através de ferramentas tecnológicas, sempre monitorando os erros e acertos através dos relatórios gerados.

E, para implementar de forma contundente o setor logístico na sua empresa, consultorias podem trazer formas consolidadas de gestão. Nós, da Imagem Consultoria, podemos auxiliar com consultoria empresarial, consultoria comercial, consultoria financeira. Acesse imagemconsultoria.com.br e conheça mais sobre como fazer seu negócio decolar.