Projeção de rentabilidade financeira ao se abrir uma nova unidade de negócio

Projeção de rentabilidade financeira ao se abrir uma nova unidade de negócio

Qual será a projeção de rentabilidade financeira ao se abrir uma nova unidade de negócio?

Quem está planejando a abertura de uma nova unidade de negócio se depara com a necessidade de uma projeção de rentabilidade financeira.  Uma alternativa é contratar uma consultoria financeira.

Neste texto, falaremos sobre a projeção de rentabilidade ao se abrir uma nova unidade de negócio e tudo o que diz respeito a esse investimento.

1º momento: saída de dinheiro

O primeiro fator que precisa ser considerado é o custo de operação desta nova fábrica, além do custo de construção. Afinal, construir uma unidade fabril pode custar milhões de reais entre terrenos, galpões, máquinas, equipamentos, pessoal, entre outros. Com a fábrica já pronta, ela continua tendo custos, estes relacionados à sua operação diária e despesas com manutenção. Todos estes valores precisam ser estimados antes mesmo que a fábrica possa sair do papel, a fim de se evitar prejuízos maiores.

2º momento: entrada limitada de capital

Com a fábrica pronta para operar, o dinheiro da venda dos produtos começa a entrar. Mas, exceto se o investimento para a construção tenha vindo de fora, ou se a empresa já tinha o capital das obras guardado em caixa, uma boa parte desta entrada de rendimentos será comprometida para arcar com as despesas acumuladas da construção da fábrica, e isso precisa ser levado em conta, pois toma algum tempo até que a fábrica “se pague”.

3º momento: rentabilidade projetada para o futuro

Já temos as duas principais informações de nossa fábrica para determinar a rentabilidade: as entradas e saídas de capital. Após fazer essa compensação, é preciso fazer estimativas de valor futuro para definir se esse empreendimento realmente vale a pena. Para isso, faz-se o cálculo do valor futuro com correção monetária baseada na projeção de algum indicador econômico de inflação, como o IPCA, por exemplo – essa é uma das maneiras de se fazer um fluxo de caixa descontado.

Mas atenção: é necessário lembrar que em uma fábrica, há uma boa chance de que todos os seus equipamentos tenham uma vida útil limitada, o que implica a diminuição de produção ao longo do tempo, até uma eventual substituição, o que impõe mais custos para sua fábrica. Tudo isso precisa ser levado em conta: quais peças precisarão ser trocadas ou receber manutenção, com que frequência, quanto custa e como afeta a produtividade.

Projeção de riscos

Nem toda diminuição de faturamento está relacionada a fatores intrínsecos à sua fábrica. A concorrência, bem como outros fatores externos podem representar riscos à rentabilidade do seu negócio fabril. Por isso, é sempre bom realizar uma boa projeção de riscos, tanto de mercado, como em relação a leis, tributos, auditorias internas, entre outros.

Deixe uma resposta